ESCRITÓRIO SÃO PAULO
0055 11 4825 6110

Peixes do Rio Itapará

A Traíra O Aruanã A Pirarara

A Cachara

Peixes do Rio Itapará

Conheça mais algumas espécies que habitam o Itapará:

Traíra

Nome científico: Hoplias malabaricus.
Família: Erithrynidae.
Características: As Traíras são divertidas e bastante briguentas e podem ser capturadas com várias técnicas. São exclusivas da América do Sul e pertencem à família Erithrynidae, da qual também fazem parte Jejus e Trairões. Antigamente, eram tidas como espécie única, com ampla distribuição dentro da área de ocorrência. Com o aprofundamento de estudos, os cientistas chegaram à conclusão de que são várias espécies ou um grupo, denominado malabaricus. Os peixes desse grupo podem alcançar tamanho máximo em torno de 5 kg e 80 cm de comprimento.

Aruanã

Nome científico: Osteoglossum bicirrhosum.
Família: Osteoglossidae.
Características: Corpo achatado lateralmente, cinzento-
prateado no dorso e ventre amarelado coberto de grandes escamas.
Boca em abertura quase vertical e mento com dois barbilhões curtos.
Nadadeiras dorsal e anal na parte posterior do corpo. Pode atingir 1m
de comprimento e pesar até 3 kg. Na época da desova suas escamas
adquirem coloração avermelhada.


Pirarara

Nome científico: Phractocephalus hemioliopterus.
Família: Pimelodidae.
Características: Corpo curto e grosso, com enorme cabeça
dotada de forte cobertura óssea que vai até o início da nadadeira
dorsal e barbilhões sensoriais característicos da família. Talvez
seja o mais colorido dos silurídeos e sua coloração varia do castanho
esverdeado no dorso até a linha lateral, flancos amarelo esmaecido
e ventre esbranquiçado. Nadadeiras dorsal e caudal alaranjadas
tendendo ao vermelho. Pode atingir 1,5 m de comprimento e pesar
mais de 100 kg.


Surubim Cachara

Nome científico: Pseudoplatystoma fasciatum.
Família: Distribuídas em nove famílias, entre elas os jaús e as piraíbas.
Água doce ou salgada: Doce
Características: Pode ser diferenciada das outras espécies do gênero pelas manchas, que se apresentam em forma de malhas, começando na região dorsal e se estendendo até próximo ao ventre. Pode alcançar mais de 1,20 m de comprimento total, pesando mais de 25 quilos em alguns casos.
Seu ataque é rápido e certeiro. Tem a cabeça enfeitada por seis barbas compridas, que funcionam com o órgão sensitivo. Possuem corpo alongado, aerodinâmico e roliço, com esporões nas pontas das nadadeiras peitorais e dorsal.
A cabeça é achatada e grande, aproximadamente um terço do total. A coloração é cinza escuro no dorso, clareando em direção ao ventre, onde pode chegar ao branco, logo abaixo da linha lateral.

Pirarucu

Nome científico: Arapaima Gigas.
Família: Osteoglossidae.
Características: O pirarucu é o maior peixe de escamas de
água doce do mundo, podendo atingir 3 m e pesar 250 kg. Pertence ao
grupo dos peixes lênticos, ou seja, vive em águas paradas, nos lagos e
banhados da região amazônica. O pirarucu precisa também respirar na
superfície, uma característica pré-histórica.
Canal no Youtube da Pousada Itapará
Facebook da Pousada Itapará

ESCRITÓRIO SÃO PAULO
0055 11 4825 6110



Newsletter
Receba notícias sobre a pousada,
promoções, pacotes e fique por dentro!

Pousada Pesca Esportiva